Veja como está 30 anos depois um garoto que foi rejeitado por sua aparência

Jono Lancaster é portador da Síndrome de Treacher Collins e conseguiu dar a volta por cima do preconceito. Veja suas fotos.

O bebê Jono Lancaster nasceu com uma síndrome rara que causou espanto para quem teve acesso às imagens do menino ou viu nos jornais.

Por conta da aparência, os pais biológicos do pequeno Jono abandonaram o filho, eles não aceitaram a deformação que a Síndrome de Treacher Collins provocou no rosto do bebê.

Isso aconteceu há 33 anos, Jono foi adotado por pessoas de bem e não é uma aberração, como os pais biológicos acreditaram ser. Eles foram embora somente por ser um menino com o rosto muito feio, não tiveram amor nem se deram a chance de lutar junto com o filho contra o preconceito que ele enfrentaria durante o desenvolvimento da vida.

A ignorância e o abandono dos pais não impediu que o menino feio crescesse bem e feliz sendo adotado por pessoas de bem.

Logo que nasceu, quando os pais foram embora deixando o bebê para ser entregue para adoção, Jono não encontrou rejeição na historiadora Jane Lancaster, que também é escritora. Ela adotou o menino e desde então, além de ser mãe do coração, é também um anjo na vida de Jono.

A Síndrome de Treacher Collins causa deformação no rosto, o motivo é a falta de boa parte dos músculos que compõe a face.

Das poucas pessoas que são portadoras da síndrome, elas evitam sair às ruas, pois se acham uma aberração e são vítimas de preconceito por terem o rosto deformado.

É triste que esse comportamento ainda aconteça, falta entendimento para saber que se trata de uma síndrome.

Jono cresceu sob a guarda de uma pessoa que o ensinou a se aceitar e lutar pela felicidade, por seu direito de ser uma pessoa que ama, trabalha e cuida da vida.

Ele se tornou professor e se casou com uma jovem.

Ele dá aulas para pessoas com autismo, pois entende muito bem sobre limitações e dificuldades.

Quanto Jono tinha 20 anos, consegui emprego em um bar. A princípio teve receio de não ser aceito, mas as pessoas pouco olhavam para ele. Esse foi um passo importante para se sentir

Cenas fortes: professoras são flagradas amarrando criancinhas em sacos de lixo

10 meninas que se tornaram as mães mais novas do mundo