Trancadas em casa crianças são resgatadas após jogarem bilhetes amarrados em pedra

Os pais das crianças foram pesos por maus tratos e as condições do local onde elas viviam causa revolta em qualquer pessoa. Atualmente, todos os crimes e casos envolvendo crianças assombra a choca milhares de famílias brasileiras. Infelizmente a violência contra criança está se tornando cada vez mais comum, mas isso não significa que causa menos indignação. Chega a ser desolador saber o número de crianças que são simplesmente abandonadas por seus pais nas ruas, lixeiras entre outros. Essas crianças correm perigo na rua e se não forem salvas podem até morrer. Outras crianças passam a viver nas ruas depois de sofrerem violências físicas, mentais e até mesmo sexuais. Outro fator importante é lembrar que algumas crianças chegam a vir à óbito por conta de agressões, maus tratos e más condições de vida.
Um caso ocorrido em Cuiabá está chocando território nacional. Foram encontradas em um cômodo de péssimas condições, duas crianças de 6 e 9 anos, e também três adolescentes entre 11 e 14 anos. A forma como essas crianças vivam eram desumanas. Ficavam trancadas em um cômodo extremamente sujo, cheio de restos de comidas e muita podridão. O colchão em que as crianças dormiam estava encharcado.


A polícia invadiu o local após receber várias denuncias. Como maneira de pedir ajuda, as crianças amarraram bilhetes em pedras e jogavam na rua para que as pessoas pudessem encontrá-las. Tudo indica que as crianças estavam passando fome e sede. Em um dos bilhetes que foi encontrado, as crianças diziam: “Estamos trancados no quarto com fome e sede”. Num outro bilhete, as crianças pediam comida e diziam que estavam recebendo comida azeda. “Comida para nós. Estamos presos sem comer. Ele mandou comida azeda”.


Ainda não se sabe hå quanto tempo as crianças estavam trancadas no local, porém, pelo estado do local, havia bastante tempo. Além disso, as crianças e os adolescentes apresentavam magreza excessiva, o que comprova tudo o que estava escrito nos bilheteseus.
Os conselheiros tutelares que acompanharam o resgate das crianças ficaram em choque com o estado em que elas se encontravam. Eles disseram que as crianças ficavam somente trancadas no cômodo e que não tinham acesso ao restante da casa.

O responsável pelas crianças é o casal Hélio Roberto dos Santos e Natália Pereira de Paula. Dois dos meninos encontrados seriam filhos de Hélio com outra mulher. Já os adolescentes e a menina seriam filhos de Natália. Apenas um deles é filho em comum do casal.
O casal foi preso e encaminhado à delegacia. Os dois irão responder pelos #Crimes de violência doméstica e maus-tratos. Os conselheiros contam que, no momento em que invadiram a casa, o pai das crianças estava fazendo um churrasco. Porém, trancados, os meninos sentiam só o cheiro.
O crime chocou os internautas. Muitos se diziam emocionados ao lerem o caso. “Como é capaz um pai fazer isso com seus filhos?”, “Nem pode se chamar isso de pai, que Deus proteja essas crianças”, escreveram alguns internautas.

Reviravolta: Após 25 anos, verdadeiro assassino de Daniella Perez é revelado

Ginecologistas alertam: pare de fazer essas coisas após as relações íntimas