Sem dinheiro, pai usa sacolas de mercado e cria fantasia de princesa para filha ir a festa em escola de SC

Um pai sem dinheiro, improvisa fantasia de princesa feita com sacolas plásticas para que filha participasse da festa de Dia das Crianças da escolinha

Luciano Carvalho, operador de máquinas que mora em São Bento do Sul, norte de Santa Catarina, usou o improviso e criatividade para que sua filha, a pequena Samira de 2 anos de idade, pudesse participar da festinha de Dia Das Crianças no Centro de Educação Infantil, CEIM Algodão Doce onde a criança estuda.

As crianças foram convidadas a irem fantasiadas no dia da atividade especial, porém o pai não contava com a despesa extra, e não disponibilizava de dinheiro para comprar uma fantasia para a menina. Foi então que ele teve a ideia de confeccionar um vestido de princesa feito com sacolas plásticas cor de rosa.

“A gente também estava sem dinheiro, sem condições de comprar essa fantasia. Então a gente teve essa criatividade, tanto eu como a minha esposa e a minha enteada, de fazer de sacolinhas”, disse Luciano.

Ele então usou a internet para pesquisar e aprender o modo de fazer, e as sacolinhas saíram de graça.

“A gente conseguiu num mercado, que a gente compra perto de casa. A gente sempre faz compra ali. Então a gente conseguiu tudo numa cor só, como Outubro Rosa, então a gente teve a criatividade por causa disso, né. Então a gente achou interessante porque já combinou com ela também, uma menina, né?”, explicou o pai.

Quando a pequena Samira chegou a escola com sua linda e criativa roupa de princesa, emocionou a todos no local.

“O pai quando entregou ela pra mim na porta, ele falou assim: ‘professora, foi o que eu consegui fazer’. Eu me contive às emoções, porque foi muito emocionante. Aí nós levamos para dentro da sala de aula e ela estava se sentindo uma princesa. Dançava, balançava naquele vestido, mexia no laço da cabeça. Estava se sentindo uma verdadeira princesa”, disse a professora Aline Dias.

A educadora registrou o momento e enviou uma foto a uma pessoa que trabalha no mercado onde Luciano conseguiu as sacolas.

“Enviei uma foto para minha irmã, que trabalha no mercado e ela mostrou pra todos os colaboradores do mercado e eles ficaram muito emocionados. Ela me ligou já, dois minutos depois, e disse que estava todo mundo emocionado e querendo saber como ajudar essa família”, declarou.

No dia seguinte Marizete de Fátima Nascimento, esposa de Luciano teve uma bela surpresa.

“Bateram na minha porta, perguntando se era ali que morava a bebê Samira. Aí eles falaram que a equipe do supermercado tinha se organizado, tinha ficado comovido com a história e tal e tinha preparado algumas coisinhas pra ela”, contou.

Eles receberam alimentos, roupas, brinquedos, e uma fantasia linda de princesa que foi o que Samira mais gostou.

Samira, nasceu prematura e como sequela disso tem um atraso no desenvolvimento intelectual e cognitivo, o que a torna uma menina ainda mais especial.

Ela começou a falar as primeiras palavras a poucos meses, mas isso não tira sua alegria.

“Foi uma coisa tipo uma brincadeira que a gente fez, a gente não sabia que ia ter toda essa surpresa que o pessoal deu. A gente está meio sem ter o que falar, porque até agora está só vindo surpresa, né?”, declarou Luciano.

Written by Silvia Cardoso

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings