“Por cometer um erro ao comer fruta durante a gravidez meu bebê nasceu prematuro”. Mulher alerta para que outras mães não cometam o mesmo erro

Grávidas devem evitar alguns alimentos e substâncias durante a gestação.

Frutas e saladas mal lavadas também são bem perigosos.

A australiana Amelia Liddy-Sudbury, de 35 anos estava grávida pela terceira vez, quando comeu melão que comprou cortado em pedaços e contraiu Listeriose.

“Eu me lembro de ficar com febre com 33 semanas, mas eu não fui no médico na hora porque achei que iria passar. Porém, dois dias depois continuei mal, então fui para o hospital. Quando cheguei lá  os médicos acharam que eu estava com infecção generalizada. Mas quando os exames de sangue chegaram, viram que eu estava com Listeria”, contou Amelia em entrevista ao jornal britânico DailyMail.

Listeriose é uma doença causada por uma bactéria (listeria monocytogenes) encontrada em alimentos como peixe cru, leite não-pasteurizado, alguns tipos de queijo, frango mal cozido e saladas prontas que contenham ovos, frango, maionese ou atum.

Uma gestante que adquire listeriose pode ter um aborto espontâneo ou morte do bebê dentro do útero.

Filhos de mães infectadas podem ter problemas respiratórios, hipotermia e até meningite.

Foi o que aconteceu com Amelia, ela teve um parto prematuro e deu à luz ao pequeno Theodoro.

Ele nasceu cinco semanas antes do tempo e precisou tomar antibióticos para não contrair a bactéria.

“Os médicos e todos os profissionais de saúde ficaram impressionados que ele não morreu. Por poucas horas a bactéria não passou para a placenta e infectou meu bebê. Por isso o chamamos de Theodoro, significa presente de Deus”, contou a mãe.

Theodoro já está bem de saúde e em casa com sua mãe.

Amelia decidiu expor sua história para alertar outras grávidas.

“Eu achei que estava fazendo a escolha certa ao comprar frutas pré-cortadas, mas não estava. O correto é comprar as frutas inteiras, lavá-las bem e só então comê-las”, conclui.

Mulher é morta por ex-namorado após se recusar a fazer aborto

Família de Assaltante baleado dia: “Vamos processar a vítima, ele reagiu ao assalto!”