Bebê tem cabeça arrancada durante parto hoje segunda-feira (12) na Santa Casa, mãe e pai estão em choque 

Esse é o segundo caso registrado no hospital em quatro meses.

Pai confirma que o médico sabia: a bebê estava de posição pélvica (sentada)

Ja não é a primeira vez que acontece uma fatalidade como essa na Santa Casa de Misericordia de Araguari em Mina Gerais. Esse é o segundo bebê que tem sua cabeça arrancada durante o procedimento de parto e deixa todos perplexos.

Mariana Pereira de Araújo com 24 anos de idade estava gravida de 6 meses quando começou sentir fortes dores durante madrugada de hoje segunda-feira (12/março) por volta das 2:15AM.

Foi então que, sem pensar muito seu marido, Elder Jonatas Santos Silva de 23 anos ligou para sua médica particular para informar das fortes dores de sua mulher gravida, a médica solicitou a imediata presença dela para fazer uma ultrasonografia a fim de diagnosticar suas dores.

 

Ja com os exames em mãos, no hospital a médica apresentou ao casal resultado confirmando que a crianca estava em posição pélvica.

A médica disse que seria feito o parto naquele mesmo dia porem não haviam leito na UTI naquele momento no estabelecimento particular.

Entao ela encaminhou a familia para a Santa Casa de Misericórdia da cidade.

“Quem fez o parto foi o médico Fernando Borges Santos. Ele viu o exame e disse que não faria a cesárea. Não me deu muitas explicações e começaram a aplicar injeções para induzir contrações. Eu acompanhei tudo. Ele pegou pelos pés e, quando puxou, a cabeça da minha filha ficou dentro”, contou o pai, ainda muito abalado, ao Metrópoles.

O atestado de óbito, no entanto, afirma que a menina estava morta antes de nascer.

“Isso é mentira, foi só para defender o médico que errou. Antes do parto, minha filha estava se mexendo, tudo era normal. Vi o corpinho dela, menos a cabeça. Se fosse cesárea, ela estaria viva”,

afirmou o pai.

 

“Tudo estava pronto para a chegada dela. O quartinho todo montado. Estávamos muito felizes. Agora, eu quero Justiça”,

diz o pai.

Procurada pela reportagem, a Santa Casa de Misericórdia da cidade afirmou que não vai comentar o caso. A Prefeitura de Araguari não atendeu aos telefonemas.

O corpo da bebê será enterrado nesta segunda.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Muita fofura um vídeo de menina que consola a irmã e comove a WEB

Mulher tem seu primeiro filho aos 58 anos