in

Jovem Pan em editorial: “Não nos vendemos para o governo”

Em editorial exclusivo, o CEO da Jovem Pan respondeu sobre a posição do Grupo no tocante às eleições.

 

Em um vídeo, Roberto Araújo esclareceu o conceito da emissora que vinha sofrendo críticas e alvo de especulações, por isso, o CEO procurou tirar as dúvidas, principalmente para quem não conhece o perfil da emissora. “Não nos vendemos para o governo”.

 

“Quero falar com cada um dos mais de 80 milhões de brasileiros que ouvem e assistem a Jovem Pan diariamente e que estão sendo bombardeados por notícias falsas sobre nós. Em respeito a você, precisamos esclarecer alguns fatos”, disse Roberto Araújo ao iniciar o editorial no vídeo.

 

“É vergonhoso que uma publicação como a Folha permita que seus profissionais usem o jornal para disseminar mentiras e construir narrativa”, disse o CEO se referindo a uma matéria da Folha de S. Paulo sobre a Jovem Pan.

 

“A Jovem Pan, independentemente do governo, sempre atuou da mesma forma. Não submetemos nosso jornalismo a quem paga mais ou menos.”

 

“Não nos vendemos para o governo Bolsonaro, Lula ou de qualquer outro político.”

 

Sobre as demissões que o Grupo fez recentemente, o CEO explicou: “são mudanças normais e a renovação faz parte do processo contínuo de evolução da empresa”.

Written by Silvia Cardoso

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Com presidente Lula, PT chegará a 15 indicações para o Supremo

Você vai ficar assustado com o que sai desse Olho de Peixe, veja.